Plástica de pescoço
Plástica de pescoço e Lifting de pescoço

O avançar da idade, conjugado com a ação da força da gravidade, vai progressivamente provocando flacidez e queda da região do pescoço.

A pele cada vez mais se torna flácida e vai se acumulando gordura embaixo do queixo, dando aquela aparência de queixo duplo e contribuindo para um aspecto envelhecido da face.

Geralmente quem tem um pescoço flácido, também tem o rosto flácido. Por este motivo, para um melhor resultado, geralmente é necessário associar a esta cirurgia plástica alguma correção da face.

Existem dois tipos de procedimento que são utilizados para restaurar o aspecto jovem do pescoço: a lipoaspiração de submento e o lifting de pescoço. Estas cirurgias, dependendo de cada caso, podem ser realizadas isoladamente, ou associadas em uma única sessão.

Lipo de Submento

A lipoaspiração isolada é indicada para pessoas mais jovens ou que tenham somente um acúmulo de gordura abaixo do queixo, mas possuem uma pele elástica e sem excesso, que possa retrair no pós-operatório. Pode ser realizada sob anestesia local e se propõe a tratar pequenas coleções gordurosas. São usadas cânulas muito finas, que impedem o aparecimento
de depressões após o ato. Não há necessidade de repouso ou internação.

O resultado final só será obtido após 3 a 6 meses, pois é o tempo necessário para que todos os tecidos na região voltem ao normal.

Lifting de pescoço

Esta cirurgia restaura o aspecto da pele e musculatura da face. O resultado torna o pescoço mais liso e devolve o contorno mandibular, eliminando o aspecto flácido resultante do excesso de pele.

Se houver também acúmulo de gordura, é feita simultaneamente uma lipoaspiração. As cicatrizes não ficam aparentes e a recuperação cirúrgica é relativamente rápida. Existe um inchaço da face por algumas semanas, sendo indicada a drenagem linfática localizada para uma recuperação mais rápida. Como qualquer cirurgia, o aspecto definitivo aparecerá entre 3
a 6 meses.